Resenha | Série

Resenha Luke Cage 2º Temporada – SEM SPOILER

julho 6, 2018 - 2

Hey Rockers.
Já maratonei a 2º tempora de Luke Cage e vou dar a minha opinião como fã do universo da Marvel desta nova temporada sem spoiler. Vale a pena maratonar??? Senta ai, separa um tempinho para ler esta resenha e veja se vale a pena!

Como a maioria das séries da Marvel desenvolvidas pela Netflix, Luke Cage conta com 13 episódios, e nesta segunda temporada temos três vilões significativos. Dois deles permanecem, deis da primeira temporada, tendo suas histórias mais desenvolvidas. Um novo vilão entra em cena e de inicio parece só mais um em busca de poder, mas no decorrer da história a motivação dele é revelada e o verdadeiro motivo que levaram ele até aqui é de buscar justiça com as próprias mãos, isso é legal de se ver em um vilão, no final você acaba até torcendo para ele conseguir concluir seus objetivos.
A trama tem boa motivação, os vilões em si e os motivos que levaram as escolhas e confrontos pessoais são bem marcantes, mas falta um pouco mais de adrenalina nessas séries que a Netflix vem desenvolvendo. A história é boa, mas os episódios são arrastados, demora muito para algo acontecer de fato, não tem ações fortes para nos prender e nos deixar com um gostinho de quero mais, ou quando a história tenta isso é fácil de pensar o que irá acontecer. A narrativa é bem arrastada também,  muita enrolação, e quando parecia que o circo iria pegar fogo… no final não empolgava tanto.
Algumas cenas soaram como clichê, eram fáceis de imaginar quem tomaria as atitudes e resolveria os problemas, não teve nada muito impressionante ou algo que realmente me deixou chocada. E para não deixarmos de fora, nesta temporada Luke teve um companheiro de luta, acho muito legal quando acontecem esses crossovers entre heróis, afinal eles são da mesma cidade, é bizarro cada um deles defender os bairros próximos, em algum momento tem que rolar esses encontros, mas vamos falar deste outro herói em questão que não somou muito para a história? (Pelo menos foi a impressão que me deu). Acho que a Marvel com a Netflix precisam amadurecer muito este personagem, afinal ele não consegue nem resolver seus próprios problemas ainda.
Outra personagem que adorei e que teve um crescimento na série foi a Misty, dado aos fatos ocorridos na primeira temporada de Luke Cage, teve um crescimento muito bom, mas como sempre parece que os diretores estão dando saídas simples e mais fáceis para alguns personagens falando sobre o braço biônico dela… poxa poderiam ter deixado essa parte um pouco mais interessante!
Sobre o Luke Cage, gosto muito deste personagem, do herói que ele é para o Harlem, mas sabe como é, eu gosto de ver o quebra pau, o circo pegar fogo e pelo fato do Luke ser um cara durão e difícil de ser ferido, quando chega um vilão a altura dele com capacidade de luta praticamente igual ao dele deixou a desejar, acho que a primeira temporada teve mais efeitos neste quesito de demonstrar o tamanho efeito que o Luke causa nos vilões e em seus capangas.
E o final, o desfecho desta temporada, vou confessar que não gostei não, achei muito anti Luke Cage, haha.

No geral a série é boa, mas falta muito para se tornar uma série excelente. Não é legal de maratonar, assistir os episódios seguidos não foi nem um pouco fácil, e se você de fato for assistir terá que desenvolver uma paciência ardente ai, a série é bem arrastada.
No final a gente sempre espera que as próximas séries desenvolvidas pela Marvel junto com a Netflix sejam melhores. Para mim, qualidade SEMPRE será melhor que quantidade!

Para quem quiser conferir o trailer:

Por hoje é isso pessoal, até o próximo post.
Para ficar por dentro das novidades do blog é só seguir as redes sociais!

  1. Cássia -

    A parceria da Marvel com a Netflix é bem problemática em vários pontos, pelo menos é o que percebo lendo as resenhas dos blogs, já que não assisto nenhuma das séries dessa parceria, mas espero que eles amadureçam então seus heróis para que as histórias tenham um melhor rumo.

    • Sheila -

      Sim, acho que qualidade é melhor que quantidade, após a Netflix anunciar de duas a três séries por ano, isso caiu muito em qualidade de história e produção.
      Obrigado pela visita Cássia, estarei visitando seu blog 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*